Esperança

esperanca.jpg

Eu estava triste, quase desesperei-me. Através da janela de um ônibus, pude ver uma senhora baixinha e corcunda usando um vestidinho branco de um tipo de feito de coco. Era até bonito, mas estava completamente sujo. Ela é uma mendiga quem vejo sempre que estou indo ao terminal do centro. Eu estava bem aterrorizado, pensando em o que faria. E ela ali, com suas várias sacolas bem arrumadas no canto da parede do banco do estado, a esteira em que dormia estava enrolada e ela varrendo a calçada como se fosse a sala de sua casa. As pessoas passavam e ela continuava varrendo; então pensei: “é esperança! Sim, porque se varre é porque cuida do que tem; quem cuida tem esperança ao menos de não perder o que já possui. E se ela tem tanta esperança, por quê eu perderei a minha por tão pouco?”

1 Comentário

  1. Precisas cuidar melhor de tuas coisas rapaz….. e sim, a esperança mesmo que na corda bamba, ressiste.


Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  • Sobre Mim:

    Diogo Rafael Lemos é um estudante de Letras Português Inglês pela Universidade Federal de Sergipe e amante do mundo pop. Entre suas grandes fixações estão Ídolos, American Idol, Séries e Dido. Tem 20 anos, é meio carioca e meio baiano, e mora atualmente em Aracaju.
  • Caso artistas, gravadoras, filmadoras, redes de Tv etc. estejam desgostosos com a exibição de algo nesse blog, favor comunicar-me para que imediatamente seja retirada toda e qualquer música, imagem, vídeo, entre outros.
    Obrigado
  • Agenda

    • janeiro 2008
      S T Q Q S S D
      « dez   fev »
       123456
      78910111213
      14151617181920
      21222324252627
      28293031  
  • Pesquisar